Translate

10 de fevereiro de 2015

Goleiros da Desportiva mais tempo sem sofrer gol no campeonato capixaba


A Desportiva é por tradição uma equipe muito ofensiva, mas ao mesmo tempo também teve ótimos setores defensivos, vários craques passaram por este setor, desde ótimos  goleiros tais como Edalmo, Jorcey, Adjalma, Dirley e Rogério , defensores craques, Elci, Juci, Evandro, Morelato, Silvério, Simonassi, Gilmar e tantos outros.

Levando em conta mínimo de 7 partidas, equivalente a  630 minutos, ou 10 horas em  jogos válidos apenas em campeonatos capixabas.
 Na seleta lista aparecem Edalmo campeão capixaba em 1967,1971 e 1972, além da Taça Cidade de Vitória de 1968. Rogério campeão capixaba 1980, 1981 e 1984, e Dirley campeão capixaba em 1989 e 1994.

Recorde número 5
grande Edalmo
 Edalmo é o primeiro goleiro a passar dos 630 minutos sem levar gols com a camisa grená em estaduais, o recorde foi conquistado entre 12 de novembro no clássico contra o Vitória no 1x1, até 29 de setembro de 1968 na vitória contra a Ferroviária de João Neiva na vitória por 3x2 da Tiva. Foram 7 partidas completas sem levar um gol sequer . Wilson, Alcione, Roberto Almeida, Mateus, Humberto Monteiro, Simonassi e Cezar foram responsáveis diretos por este recorde, pois eram os responsáveis por proteger Edalmo, e para ajudar a equipe de Paulo Emílio  ficou 51 partidas sem perder neste período. Foram aproximadamente 650 minutos de Edalmo sem sofrer gols, a 7ª partida inclusive é histórica, não só pelo recorde mas também pelo título de campeão estadual de 1967 conquistado na vitória por 1x0 contra o Rio branco em 17 de dezembro. Edalmo um dos maiores de nossa história merecia ser eternizado com algum recorde, não que precise afinal foi tricampeão capixaba e campeão da Taça Cidade de Vitória com a camisa grená.





As partidas de Edalmo.
Capixaba 1967
Vitória/ES 1x1 Desportiva           12 de novembro
Rio branco 0x0 Desportiva 19 de novembro
Returno
Muqui 0x1 Desportiva                  22 de novembro
Desportiva  2x0 Vila Nova/ES 26 de novembro
Desportiva  7x0 Castelo 29 de novembro
Santo Antonio 0x0 Desportiva      06 de dezembro
Desportiva  1x0 Vitória/ES 10 de dezembro
Desportiva  1x0 Rio branco 17 de dezembro
Campeonato Capixaba 1968
Desportiva 3x2 Ferroviária          29 de setembro


Recorde número 4

Rogério por três  vezes aparece na lista dos mais de 630 minutos sem levar gols, duas em  7 partidas e uma em 8 partidas. 
A primeira vez que ficou 7 partidas sem sofrer gols foi no estadual 1983 a segunda em 1984.
No estadual de 1983 a marca teve início em 10 de julho na vitória por 2x1 fora de casa contra o Colatina, durando até 4 de setembro de 1983 na goleada por 4x1 no Ordem e Progresso no Araripe, Rogério ficou aproximadamente 700 minutos sem sofrer gols. Bartô, Luis Carlos, Gabriel, Vicente Paixão e César eram alguns nomes do setor defensivo que contribuíram muito com esta marca. na foto ao lado Rogério em uma partida no Kleber Andrade.



Partidas de Rogério.
Capixaba 1983
Colatina 1x2 Desportiva                    10 de julho
Ordem e Progresso 0x0 Desportiva    17 de julho
Desportiva  3x0 Vitoria/ES                 24 de julho
Desportiva  3x0 Ibiraçu                       31 de julho
Rio branco 0x1 Desportiva                  07 de agosto
Desportiva  1x0 Estrela do Norte        14 de agosto
Guarapari 0x0 Desportiva                   21 de agosto
Desportiva  1x0 Colatina                     28 de agosto
Desportiva  4x1 Ordem e Progresso   04 de agosto

Recorde número 3

O segundo período sem sofrer gols foi de 21 de junho até 5 de agosto de 1984, na campanha vitoriosa de 84, Rogério sofreu apenas 15 gols em 30 jogos, graças a Vicente Paixão, Raul, Alcides, Jacimar e Wallace  que eram os pilares da defesa junto com Rogério. O recorde durou aproximadamente 758 minutos sem buscar a bola no fundo de sua meta. Em 84 não mudou muito a defesa em relação a 83.
Outro recorde e outro título capixaba 



Capixaba 1984
Desportiva   1x1 Ordem e Progresso 21 de junho
Desportiva   1x0 Guarapari                   24 de junho
Estrela do Norte  0x2 Desportiva          01 de junho
Finais do turno
Desportiva   0x0 rio branco                   04 de junho
Rio branco 0x1 Desportiva                   08 de junho
Segunda fase
Desportiva 2x0 Ibiraçu                          19 de julho
Desportiva 1x0 Colatina                        22 de julho
Vitória/ES 0x1 Desportiva                   29 de julho
Desportiva 1x1 Rio branco                    05 de agosto

Recorde número 2

Rogério e os mais de 850 minutos sem sofrer gols. A façanha foi conquistada no ano em que conquistamos nosso primeiro tricampeonato consecutivo 1979/1980/1981, de 13 de setembro a 8 de novembro durou a marca histórica, foram 25 gols sofridos em 35 partidas naquele estadual, uma defesa forte era o ponto de equilíbrio da Tiva tricampeã, após sofrer o gol no Sumaré a Tiva só voltaria a sofrer gol de novo 878  minutos depois no empate por 1x1 com o Colatina. Celio, Édson, Edmar, Sergio Pereira, Vicente e Marcos Nunes eram os "escudeiros" de Rogério.
Rogério sendo tricampeão capixaba e recordista



Partidas de Rogério
Capixaba 1981
Estrela do Norte 1x2 Desportiva      13 de setembro
Guarapari 0x0 Desportiva                 20 de setembro 
Desportiva  3x0 Colatina                   27 de setembro
Desportiva  0x0 Rio branco               04 de outubro
Returno
Desportiva  1x0 Ordem e Progresso 11 de outubro
América/ES 0x3 Desportiva              18 de outubro
Desportiva  1x0 Estrela do Norte       26 de outubro
Desportiva  3x0 Guarapari                 01 de novembro
Desportiva  1x0 Vitória/ES                04 de novembro
Colatina 1x1 Desportiva                    08 de novembro

Recorde número 1

Dirley é o grande campeão no quesito partidas sem sofrer gols, entre 1994 e 1995 chegou a marca de 9 partidas completas, justamente nos anos em  que foi o goleiro menos vazado do campeonato estadual. As primeiras 5 partidas do recorde são de grande valor pois foi na arrancada final que a Desportiva venceu o título estadual de 94, Dirley teve grande importância fazendo belas defesas, mas por ironia do destino até hoje alguns grenás da época o culpam pela eliminação no estadual de 95 quando caímos frente o Rio branco de Venda Nova,  jogando em suas luvas a culpa da eliminação na partida de ida derrota por 3x1, na volta vencemos por 2x1 mas não foi o bastante. 16 de julho de 1994 até 1º de abril de 1995 foi o tempo de invencibilidade de nossas redes. Foram pouco mais de 900 minutos sem sofrer gols, e com direito as título, após empate em 0x0 com o Rio branco (este o da capital) em 1994. Dirley tinha a sua frente uma defesa incrível, com vários ótimos jogadores passando por ela, Morelato, Edson Garcia e Arildo Peçanha são grandes exemplos.



Dirley o recordista número 1

Partidas de Dirley Capixaba 1994
Alfredo Chaves 1x1 Desportiva 16 de julho
Desportiva 1x0 Rio Pardo         20 de julho
Vitória 0x2 Desportiva                 24 de julho
Desportiva  1x0 Mariano         31 de julho
Rio branco 0x0 Desportiva       03 de agosto
Capixaba 1995
1ª Fase
Desportiva 4x0  Linhares EC   04 de março
São Mateus  0x0  Desportiva    12 de março
Aracruz   0x2  Desportiva        19 de março
Desportiva   1x0  Nova Venécia 25 de março
Colatina   0x1  Desportiva         05 de abril 
Desportiva   2x1  Vitória/ES          01 de abril






Faceblog

Todas as postagens do blog