Translate

13 de fevereiro de 2015

Goleiros da Desportiva com maior tempo sem sofrer gols




                       
Levando em conta mínimo de 7 partidas que dá 630 minutos temos 3 sequências de destaque... Edalmo em 1971, e Rogério em 1981 e 1983.

Mas um goleiro que vale destaque também nesta lista é George, ficou 5 partidas sem sofrer gols no campeonato Brasileiro de 1973, por ser uma competição de elite esta marca vale um registro, George entrou na meta grená no lugar de Jorge Reis (falecido em 31 de janeiro de 2014, que é o terceiro maior recordista do mundo sem sofrer gols com 1,605 minutos, um dos motivos que o fez ser contratado como reforço da Desportiva mas que não foi bem como esperado).

George entrou e deu conta do recado com louvor. Após a derrota para o Palmeiras por 1x0 no Araripe em 27 de outubro  George e a Desportiva ficariam 5 partidas completas sem sofrer gols, até o empate em 1x1 com o Moto Club no Maranhão em 28 de novembro. George alcançou  620 minutos invicto na meta grená na série A e merece palmas por isso, Elci, Juci, Nelson Souza, Alberto Marquinhos, Wilson Pereira e Edmar auxiliaram na quebra do recorde fechando nossa defesa.
George em ação pela Tiva em 1973

Partidas de George

Desportiva  0x1 Palmeiras           27/out
Desportiva  0x0 Santa cruz          31/out
Ceará 0x0 Desportiva                 04/nov
Desportiva  1x0 CEUB/DF          11/nov
Paysandu 0x2 Desportiva           14/nov
Desportiva  0x0 Goiás                 17/nov
Moto Club/MA 1x1 Desportiva   28/nov

Primeira maior sequência

Edalmo em 1971 ficou 9 partidas completas sem sofrer gols. Sendo assim o goleiro com mais partidas seguidas sem sofrer gols na meta grená. Após a derrota por 2x1 para o América/RJ em partida amistosa em 22 de agosto, nossas redes só balançariam novamente em 26 de outubro na vitória de 3x1 contra o Cachoeiro. Foram 968 minutos aproximadamente sem Edalmo  ver a rede balançar, recorde que começou no Espírito Santo e passou até pelo estado de Goiás. Elci e Juci era uma dupla implacável fechando como poucos a meta grená.
Edalmo  puxando a fila dos verdadeiros campeões capixabas de 1971


Partidas de Edalmo

Amistoso interestadual
Desportiva 1x2 América/RJ                     22 de agosto
Campeonato Capixaba 1971
Ferroviária/ES 0x0 Desportiva          29 de agosto
Desportiva  1x0 América de Linhares  07 de setembro
Torneio Integração em Goiás
Vila Nova/GO  0x0 Desportiva           12 de setembro
Amistoso estadual
Industrial 0x1 Desportiva                   15 de setembro
Torneio Integração em Goiás
Fluminense/BA 0x0 Desportiva       19 de setembro
Goiânia/GO 0x0 Desportiva                   25 de setembro
Campeonato Capixaba 1971
Desportiva  3x0 Vitória/ES                 03 de outubro
Desportiva  5x0 Estrela do Norte         10 de outubro
Vitória/ES 0x0 Desportiva                 17 de outubro
Campeonato Capixaba 1971
Cachoeiro 1x3 Desportiva                 26 de outubro


Segunda maior sequência
Rogério aparece na lista como era de se esperar, um dos maiores goleiros de nossa história ficou 8 partidas sem levar gols. Ao derrotar o Estrela no Sumaré em 13 de setembro a Tiva ficou 8 jogos completos sem gols em sua rede, terminando em 8 de novembro no empate em 1x1 em Colatina contra o dono da casa.
Foram 842 minutos gol o gol "intacto"



Campeonato Capixaba 1981
Estrela do Norte 1x2 Desportiva         13 de setembro
Guarapari 0x0 Desportiva                 20 de setembro
Desportiva  3x0 Colatina                         27 de setembro
Desportiva  0x0 Rio branco                     04 de outubro
Returno
Desportiva  1x0 Ordem e Progresso 11 de outubro
América de Linhares 0x3 Desportiva 18 de outubro
Desportiva  1x0 Estrela do Norte         26 de outubro
Desportiva  3x0 Guarapari                 01 de novembro
Desportiva  1x0 Vitória/ES                 04 de novembro
Colatina 1x1 Desportiva                    08 de novembro


Terceira maior sequência
Rogério aparece novamente em 1983, 7 partidas inteiras sem sofrer gols, após derrotar o Colatina fora de casa por 2x1 em 10 de julho, ficamos até 4 de setembro sem sofrer gols, após 700 minutos sofremos um gol, na goleada vencida  4x1 sobre o Ordem e Progresso no Eng Araripe.
Rogério em ação em 1983

Campeonato Capixaba 1983
Colatina 1x2 Desportiva                         10 de julho
Ordem e Progresso 0x0 Desportiva 17 de julho
Desportiva  3x0 Vitoria/ES                 24 de julho
Desportiva  3x0 Ibiraçu                         31 de julho
Rio branco 0x1 Desportiva                 07 de agosto
Desportiva  1x0 Estrela do Norte         14 de agosto
Guarapari 0x0 Desportiva                  21 de agosto
Desportiva  1x0 Colatina                          28 de agosto
Desportiva  4x1 Ordem e Progresso  04 de setembro