Translate

1 de novembro de 2011

Desportiva Ferroviária campeã estadual de 1974 título gol olímpico e com gostinho diferente



O estadual do ano de 1974 teve um gostinho especial além de ser sobre o rio branco devolvendo a derrota do ano anterior valeu vaga no brasileiro de 1975, e ser campeão com gol olímpico contra o maior rival é pra poucos, uma campanha que já se mostrava desde o início que o time seria forte candidato ao título e a vaga no nacional do próximo ano.

4 vitórias seguidas sobre o América 1x0, Ferroviária 3x1,  no clássico contra o Vitória goleada por 3x0, e novamente um 3x0 contra o Santo Antonio, foram o bastante para deixar todos os rivais preocupados, as 4 vitórias só foram paradas em um 0x0 contra o Rio branco que havia vencido o estadual anterior sobre a mesma Desportiva ...


O time seguiu firme no returno, como os 4 primeiros passavam de fase a Tiva estava bem próxima da vaga antecipada. No returno as vitórias continuaram, 1x0 frente a equipe co-irmã Ferroviária de João Neiva, empate por 1x1 frente ao Vitória, derrota contra o Santo Antonio este o único revés da disputa, e vitória por 3x1 contra o América de Linhares, colocaram a Desportiva no quadrangular final,  fechando com chave de ouro a primeira fase 2x1 no Rio branco terminando 4 pontos a frente do segundo colocado o Vitória,  lembrando que as vitórias valiam 2 e não 3 pontos, o destaque da equipe era Zezinho Bugre que infernizava as defesas adversárias marcando gols em quase todas as partidas, nenhum adversário se safou de levar gols do artilheiro grená, ele que foi o causador de muita polêmica na ultima rodada pois havia sido expulso contra o Vitória e os dirigentes do Rio branco queriam que seu julgamento fosse antecipado, pois poderia pegar até 6 meses por suposta agressão ao árbitro, da partida além de tentar agredir Noquinha no lance em que foi expulso, o mesmo Noquinha que serviu de testemunha de defesa, pois bem o jogador em questão foi absolvido  e como já havia cumprido sua pena de um jogo de suspensão estava apto para a partida diante do adversário, o medo deles se mostrou em campo pois na derrota para a Desportiva, Zezinho Bugre marcou os dois gols da partida...
Jaldemir também foi decisivo



Quadrangular Final

Na segunda fase os quatro times mais bem classificados Desportiva, Vitória, Rio branco e Santo Antônio se enfrentariam em turno único quem pontuasse mais seria o campeão. As coisas não poderiam começar melhores para a Tiva que vinha com os ânimos nas alturas afinal sua campanha era a melhor até o momento, além de um time jogando muito bem, na primeira partida do quadrangular final uma vitória para assustar os demais adversários da fase 3x0 frente ao Santo Antonio, que havia sido único time a derrotar a Tiva neste estadual, Déo, Jaldemir marcaram além de Zezinho Bugre que com isso marcava seu décimo gol no estadual, gol que o coroaria como  artilheiro do estadual de 74, na segunda partida 1x0 frente ao Vitória gol de Sérgio Alonso...
Déo deixou o dele no quadrangular


Era chegada a hora da decisão, o adversário o Rio branco atual campeão estadual, a Desportiva chegava a ultima partida podendo empatar para se tornar campeã, oque se viu no início da partida foi Rio branco buscando o gol oque não aconteceria naquele dia 24 de novembro no Engenheiro Araripe, quem marcou mesmo foi a Desportiva por volta dos 20 minutos da segunda etapa, Jaldemir tenta fazer jogada pela lateral do gramado e a bola é afastada para escanteio por Joubert, oque viria a seguir era uma coisa inimaginável por todos, quando Evandro preparou-se pra cobrança ninguém imaginava como seria o desenrolar da jogada,  a bola veio quase que colada ao gramado rasante no Araripe e Jarbas  foi para afastar e a bola passou por entre suas pernas e morreu no fundo das redes o estádio explodia com o grito de gol, ao  final da partida Desportiva campeã com direito a torcida invadindo o gramado tirando o uniforme do campeões...O vice  de 73 estava vingado com juros e correção, terminamos sem derrotas para os dois maiores rivais Vitória e Rio branco e com gol olímpico e vaga no brasileiro de 1975, título para nunca ser nem esquecido nem apagado da memória...
Sérgio Alonso também foi as redes na fase final




Primeira Fase
América de Linhares 0x1 Desportiva 15/ago
Ferroviária/ES 1x3  Desportiva    25/ago
Vitória/ES       0x3  Desportiva    01/set
Desportiva     3x0  Santo Antônio      08/set
Desportiva 0x0 Rio branco            22/set
Desportiva     1x0  Ferroviária/ES    29/set
Desportiva     1x1  Vitória/ES     06/out
Santo Antônio  1x0  Desportiva    13/out
Desportiva 3x1 América de Linhares 20/out
Rio branco      1x2  Desportiva     27/out

Quadrangular final
Desportiva  3x0 Santo Antônio     03/nov
Desportiva  1x0 Vitória/ES             17/nov

Desportiva  1x0 Rio branco             24/nov



Foram 13 partidas 10 vitórias, 2 empates,1 derrota, 22 gols marcados,5 sofridos, saldo de 17, além de Zezinho Bugre artilheiro da competição com 10 gols anotados.


elenco com os campeões de 1974

Revista Placar destacando os campeões













Zezinho artilheiro do estadual de 74 com 10 gols
Evandro gol olímpico do título





blog no facebook


todas as postagens do blog